Sem categoria

Delegue, não abdique

Pensem em um problema que isso pode causar em uma empresa?

Muitas vezes o gestor é bem-intencionado e acredita que, por ele delegar algo a alguém, isso será feito e, muitas vezes, as tarefas e as entregas são deixadas de lado.

Sabe por que isso acontece?

Falta de ACOMPANHAMENTO!

O gestor só pode dizer ao seu superior que ele DELEGOU algo a alguém se ele ACOMPANHA as ENTREGAS.
Quando você, gestor, “delega” e não acompanha todo o processo até a entrega você está apenas “Abdicando”
Delegar é dar uma tarefa e acompanhar o processo. Significa dar autoridade e poder para alguém realizar algo, mas ser corresponsável pelos resultados obtidos, aconselhando, ajudando a tomar decisões e fazendo ajustes. Isso é bom para o funcionário, que se sente motivado e seguro, e ótimo para o gestor, que consegue formar melhor sua equipe de trabalho e ganhar tempo para dar atenção às outras prioridades na empresa
Abdicar significa dar ordens e exigir resultados, sem nenhum acompanhamento ou apoio, abrindo mão de qualquer responsabilidade sobre o modo como são realizados os processos e tirando o corpo fora diante de problemas ou maus resultados. É a política do “Vire-se”. Se der certo o gestor assume as glórias e se der errado a culpa é de quem recebeu a incumbência. Isso é péssimo, pois gera insegurança e desmotiva qualquer iniciativa dos subordinados em buscarem desafios, pois eles percebem que perderão de qualquer maneira.
Então, se você quer se tornar um GESTOR, não abdique, acompanhe de fato as tarefas repassadas e sinta-se responsável pela execução…
Aquele que fica atrás da mesa apenas dando ordens, não é um gestor… é apenas um chefe e, hoje em dia, empresas precisam de gestores e não de chefes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.